A quantas andamos?

Daisypath Christmas tickers

segunda-feira, 30 de maio de 2016



“O último cabalista de Lisboa”,  Richard Zimler.

A obra torna-se um pouco extensa e com uma carga espiritual e emocional elevada.

É uma obra com uma linguagem elaborada e erudita devido aos vários termos

judaicos utilizados, no entanto, é explícita. Podemos saber o seu significado através

de um dicionário localizado no início da obra visto ser um aspeto importante para o

leitor.

O autor manteve sempre o suspense criando um interesse viciante no livro. A ação

desenrola-se um pouco lentamente, no entanto este facto é compensado pelo número

de acontecimentos relatados. Algo que me agradou bastante, foi o fechar da narrativa

quando o autor nos clarifica o futuro de todas as personagens.

Uma história interessante que nos remete para os nossos valores humanos e nos leva

a refletir sobre o passado, o presente e o futuro.



Trabalho realizado por:

Sara Alves dos Santos Nº25 10ºC1

Sem comentários: