A quantas andamos?

Daisypath Christmas tickers

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Recomeçar nem sempre é fácil (ou vale mais tarde do que nunca?)...

De facto, depois de uma longa ausência esperamos estar de volta para acompanhar com leituras o resto deste ano letivo. A escolha deste primeiro de dezembro não foi assim tão inocente; é o dia em que se comemora a reconquista da independência de Portugal face a Espanha, é o dia que marca uma data importante para um dos países mais antigos da Europa. Parece que nos esquecemos muito de coisas importantes em alturas de crise mas nunca nos deveríamos esquecer de que, sendo um país antigo e de fortes tradições, deveríamos ter orgulho de quem somos: possuidores de uma das línguas mais faladas no mundo, detentores de usos e costumes que conservamos com gosto (e sem lhes dar muito valor...) e com características geográficas únicas.
Sempre gostei de viajar mas sempre achei que esse gosto tem a ver com o facto de saber que regressar a Portugal está implícito, regressar a casa faz parte do gosto da descoberta de novos mundos. E porque fomos pioneiros na descoberta de um mundo alargado, acolhemos outros povos sem muitas reservas. Somos reservados mas amigáveis; sombrios mas orgulhosos; temos as mais belas paisagens e uma língua cheia de sons complicados que nos dão acesso a quase todos os sons das outras. Bons comunicadores, falamos de mais. Temos segredos que todos conhecem e partilhamos o que temos com boa vontade, na maioria das vezes. E temos escritores e poetas únicos. Além disso, somos curiosos, inquisitivos. Não se deixem convencer de que os portugueses são apenas preguiçosos e pessimistas. Vamos começar por ler, por partilhar leituras e acrescentemos o partilhar de vivências, como se fossemos livros abertos! Bem vindos de novo ao blogue da Ferreira dedicado aos livros, onde vamos passar Dias a ler...imagem aqui

Sem comentários: