A quantas andamos?

Daisypath Christmas tickers

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Coração de Tinta

Coração de Tinta (ou Inkheart), de Cornelia Funke, preencheu os meus últimos dias. Comprei-o porque tinha visto uma apresentação ou uma publicidade do filme na televisão mas só guardei uma ideia: falava de um leitor cuja voz dava vida ao que lia... Descobri que a autora era uma premiada escritora de livros de fantasia e não que era um texto feito para cinema (com a falta de qualidade que habitualmente têm). Tem cerca de 400 páginas que não se lêem depressa (e eu leio depressa...). Gostei, gostei muito mas vamos ver se vos consigo transmitir algo.
Meggie vive com o pai, Mo, que é restaurados de livros, numa casa cheia deles. No entanto, Mo nunca lê livros em voz alta e ela não sabe porquê. Além disso, a mãe desapareceu há tantos anos que ela nem se lembra delaa, apesar da foto debaixo da almofada do pai... Um dia, aparece um estranho misterioso a quem o pai chama Dedos de Pó e que, por sua vez, o trata por Língua de Feitiço... Vem avisá-los de um perigo iminente: será que conseguirão evitá-lo? A partir daqui, tudo se sucede desenfreadamente e há um sem fim de situações cujo desenlace não se adivinha sequer .
Está bem escrito, muito bem, mas é de fácil leitura. Fala do medo, do medo antigo trazido pelas histórias de fadas (ou dos contos tradicionais), em que o Bem e o Mal ocupam lugares opostos e não se misturam. Fala de maravilhamento e de coragem, do que podemos fazer pelos que amamos. O fim traz-nos um suspiro de alívio, apesar de alguns aspectos «mal resolvidos» (não há fins totalmente felizes, é o que este livro também nos ensina...) mas, e só descobri agora, ao procurar os links, é o primeiro de uma TRILOGIA!! Não posso esperar para saber mais!

Sem comentários: